Bálsamo do tigre: componentes naturais

As propriedades das ervas
O Bálsamo do Tigre é uma mistura das melhores plantas reputadas pelas suas propriedades. Descubra quais são elas e conheça as suas origens. Dessa forma, poderá sentir na pele todo poder natural do Bálsamo do Tigre. Para mais detalhes, não deixe de ler as informações a seguir!

Condições
As plantas descritas abaixo encontram-se presentes em cada um dos diferentes produtos Bálsamo do Tigre. Assim, é importante saber quais são os efeitos de cada ingrediente utilizado na sua composição.

Hortelã Pimenta - Balsamo do TigreHortelã-pimenta

Nomenclatura binominal: Mentha piperita

Resumo
A Hortelã-pimenta é oriunda do Oriente Médio. Ela é o resultado de uma mistura entre a hortelã-verde e a hortelã aquática. Hoje, diversas variedades de hortelã-pimenta são cultivadas no mundo inteiro.

Propriedades
A Hortelã-pimenta é geralmente utilizada para facilitar a digestão, refrescar o hálito e ajudar a combater a cinetose (enjoo ou náusea ocasionada pelo movimento dos meios de transporte).


Cânfora - Balsamo do TigreCânfora

Nomenclatura binominal: Cinnamomum camphora

Resumo
A Cânfora é uma árvore que pode ser encontrada em Taiwan, no Sul da China e no Japão. Dizem que aqueles que consomem os seus frutos podem tornar-se imortais.

Propriedades
A partir das folhas de uma árvore de mais de 50 anos de idade, são extraídos óleos essenciais. Os árabes já utilizavam a cânfora no século XI em virtude de suas propriedades cardiotónicas e anti-sépticas.


Cravo da India - Balsamo do TigreCravo-da-índia

Nomenclatura binominal: Eugenia caryophyllus

Resumo
Com mais de 500 espécies diferentes de árvores, o Cravo-da-índia possui uma folhagem esmaltada e pode ser encontrado nas áreas tropicais da Ásia, da Austrália e da África. Os árabes trouxeram esta árvore durante o século IV, mas a origem desta planta fora descoberta por Marco Pólo. Hoje, a Ilha de Zanzibar é reconhecida como a principal produtora mundial desta planta.

Propriedades
Nos tempos de outrora, para aliviar as náuseas, costumava-se morder o Cravo-da-índia e, para atenuar as dores dentárias, recomendava-se guardá-lo dentro da boca. Também diziam que o Cravo-da-índia permitia imunizar-se contra a peste. Hoje em dia, o óleo essencial de Cravo-da-índia é extraído da sua cabeça e de suas folhas, as quais contêm um componente chamado eugenol (óleo de cravo), dotado de inúmeras propriedades: antibacteriano, analgésico, aromático e anti-séptico. Este óleo encontra-se muito presente na cosmetologia e é utilizado nas cirurgias dentárias.


Cássia Imperial - Balsamo do TigreCássia-imperial

Nomenclatura binominal: Cassia fistula

Resumo
A Cássia (também chamada de Cássia-imperial ou canafístula) é originária da Índia. Trata-se de uma grande árvore que pode atingir 8 a 10 metros de altura e que possui uma folhagem caduca e um tronco arredondado. Durante a primavera e o verão, nela florescem belos cachos amarelos e extremamente perfumados.

Propriedades
Diversas partes desta planta são utilizadas em virtude de suas propriedades antissépticas, adstringentes, purgativas e eficazes para o tratamento da disenteria. Em aplicação externa, a Cássia pode ser utilizada para tratar as picadas de escorpiões ou de serpentes. A polpa das frutas (os grãos são tóxicos e não devem ser ingeridos) possui um poderoso efeito laxante mas é comestível, rica em mucilagem e pectina, com um delicioso sabor açucarado.


Cajepute - Balsamo do TigreCajepute  

Nomenclatura binominal: Melaleuca leucadendron

Resumo
O Cajepute (também chamado de Melaleuca) é uma árvore aromática originária da Austrália, da Indonésia e do Vietname. Ela também pode ser encontrada em abundância na Malásia e nas Filipinas. Seu óleo possui um perfume semelhante ao da cânfora e suas propriedades são similares às do Eucalipto e do Pinheiro, porém mais suaves.

Propriedades
O óleo de Cajepute é utilizado contra os reumatismos e para combater a cólera, na Ilha de Java e na Malásia. Suas propriedades são inúmeras : tónico, antinevrálgico, antisséptico, expectorante, antipirético e vermífugo. O óleo essencial de Cajepute é, ainda, revigorante e estimulante.